AMERICANA BATE SEU RECORDE DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COM RESPIRADORES

Escrito por em julho 14, 2020

Americana atingiu nesta terça-feira (14) seu recorde de ocupação de leitos de UTI com respiradores para atendimento de casos de Covbid-19. No meio da da tarde, 88% dos 49 leitos, 43 estavam com pacientes necessitando deste equipamento essencial para a sobrevivência. Além disso, 77% de leitos sem respiradores tinham pacientes (de 56 no total, 43 estão ocupados). Esse percentual leva em consideração todos os leitos do município, tanto do Hospital Municipal Waldemar tebaldi, quanto dos hospitais particulares. A administração não especificou quais hospitais particulares têm índices maiores ou menores do que os 88% do HM. A ocupação de leitos apenas no Hospital Municipal é a seguinte: 67% com respiradores (de 15 no total, 10 estão ocupados) e 80% sem respiradores (de 20 no total, 16 estão ocupados). Em nota oficial, as autoridades de saúde explicaram: “Ressalta-se que os dados do boletim da Vigilância Epidemiológica com relação aos internados podem ser divergentes dos dados de ocupação de leitos em razão de alguns fatores. O principal deles é que o boletim registra apenas os casos de residentes em Americana e a ocupação de leitos pode ser de pessoas que não residem no município, por isso, não constam no boletim. Outras situações são o tempo de notificação oficial do paciente internado e ocorrências de altas ou óbitos”. Nesta terça-feira, mais duas mortes confirmadas em Americana por Covid-19, elevando o total para 45. São eles: uma idosa de 95 anos, moradora do Campo Limpo, que faleceu no dia 2 de julho no Hospital Municipal e tinha doença cardiovascular crônica e demência senil; e um idoso de 78 anos, morador do São Vito, que faleceu no dia 10 de julho no Hospital Municipal e tinha doença renal crônica.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]