Americana registra morte por dengue

Escrito por em março 24, 2022

A Vigilância Epidemiológica de Americana informou, nesta quarta-feira (23), que o município teve a confirmação de um óbito causado pela dengue, sendo o primeiro caso fatal registrado em 2022. Trata-se de um homem de 60 anos, residente na região central. Ele estava internado em hospital particular e faleceu no dia 4 de março. A confirmação do resultado do exame foi realizada pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, constatando que o morador faleceu em decorrência de dengue hemorrágica, causada pelo sorotipo 1 do vírus. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, outro caso de óbito ainda segue sob investigação para dengue, que aguarda resultado de exame laboratorial. Em Americana, de janeiro até o dia 22 de março, foram notificados 424 casos suspeitos de dengue, dos quais 165 foram confirmados (positivos) e 223 descartados. O município segue com 36 casos aguardando resultados de exames. A Secretaria de Saúde vem atuando com as atividades do PMCD (Programa Municipal de Controle da Dengue), com trabalhos realizados de casa em casa, conforme as diretrizes do Programa Nacional de Controle da Dengue, do Ministério da Saúde.

Atualização: No último dia 1º a assessoria de imprensa da prefeitura corrigiu a informação e divulgou a seguinte nota: “A Vigilância Epidemiológica de Americana informou nesta sexta-feira (1/4), que o primeiro óbito por dengue em 2022, no município, não ocorreu por Dengue Hemorrágica, como havia sido informado no dia 23 de março. A morte do paciente, um homem de 60 anos, residente na região central, ocorreu por complicações causadas pela Dengue do tipo 1, mas não por hemorragias. Ao retificar a informação, o setor pede desculpas pelo equívoco”.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]