Bubbles: onde está e como vive o chimpanzé amigo de Michael Jackson

Escrito por em abril 28, 2022

Algumas pessoas não sabem, mas existiu uma amizade entre o pop star Michael Jackson (1958-2009) e o chimpanzé Bubbles.

Michael Jackson pagou US$ 65 mil, na década de 1980, para comprar Bubbles de um treinador de animais. E assim nasceu a (quase) inseparável amizade. Os dois foram fotografados muitas vezes juntos, em milhares de eventos sociais.  Em um dos momentos mais lembrados por fãs está o de Bubbles, aos quatro anos de idade, bebendo chá com Michael e com o prefeito de Osaka, no Japão.

Vivendo na mansão Neverland, lá o chimpanzé, segundo relatos, dormia em um berço no quarto de Michael e tinha uma vida de muita diversão e excentricidades. Há relatos de que ele jogava seu próprio cocô pela mansão, incomodava os funcionários, e fazia todo tipo de traquinagem.

Houve ainda graves indícios de que teria sido supostamente vítima de maus-tratos por Michael Jackson.

Hoje o chimpanzé vive um santuário de grandes primatas na Flórida, o The Center for Great Apes, em Wauchula. Depois de muita pressão de sociedades de proteção a animais, a família do pop star financiou os cuidados a Bubbles depois da morte de Michael.

Com 39 anos, Bubbles é considerado um chimpanzé sênior e tido como líder no seu grupo, onde vive de forma praticamente selvagem, apesar das cercas e grades. Funcionários do santuário falam muito sobre como ele é sensível, gentil, tímido e dramático. Bubble curte muito os momentos de silêncio e pintura. Ele só devolve a tela quando termina seus quadros.

Os chimpanzés geralmente vivem até os 50 anos e sempre em bandos.

O nome Bubbles (bolhas, na tradução do inglês) é porque Bubbles, ocasionalmente, cospe água ou joga areia (com incrível precisão) em estranhos, apenas para ver como eles reagem.

FONTE: METROPOLES


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]