FEBRE MACULOSA CAUSA DUAS MORTES EM AMERICANA

Escrito por em maio 27, 2020

A Vigilância Epidemiológica de Americana confirmou duas mortes por febre maculosa. Os óbitos ocorreram no final de abril, mas os laudos foram conclusivos no último dia 19. Um dos casos se trata de um homem de 38 anos, residente no bairro Boer. No dia 13 de abril ele começou a apresentar febre, redução na quantidade de urina, dores musculares, prostração e convulsão. O paciente foi internado no dia 17 de abril em hospital público, onde permaneceu até a data do óbito, em 30 de abril. Segundo o levantamento feito pelos técnicos do Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões (PVCE), o provável local de contaminação foi às margens da represa Areia Branca, em Santa Bárbara D’Oeste. O segundo caso ocorreu com um homem de 56 anos, residente no bairro Chácara Letônia. Os sintomas tiveram início no dia 25 de abril, apresentando febre, prostração, dores musculares e falta de ar. Foi internado no dia 29 de abril em hospital particular e faleceu em 30 de abril. De acordo com a Vigilância, o local provável de infecção é a Fazenda Angélica, onde o paciente residia e também administrava. De janeiro a 27 de maio deste ano, Americana notificou quatro casos de febre maculosa, sendo um positivo autóctone, um positivo importado, um descartado e um aguardando resultado. Os dois casos positivos foram a óbito.

A Vigilância Epidemiológica também registrou uma morte suspeita por dengue, ocorrida no dia 9 de maio. O paciente era um homem de 46 anos, morador do bairro Jardim Esperança. No dia 1º de maio ele começou a apresentar sintomas como febre, dor no corpo e manchas pelo corpo, procurou hospital particular no dia 6 e permaneceu internado até a data do óbito. A vigilância aguarda resultado do Instituto Adolfo Lutz. O município tem 785 casos notificados de dengue. Desse total, 321 são positivos, 459 negativos e cinco aguardando resultado de exames.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]