FIM DE SEMANA COM ÓBITOS MOSTRA QUE COVID-19 AINDA É FORTE NA REGIÃO

Escrito por em julho 26, 2021

As pessoas que imaginam que a Covid-19 deixou de ser ameaça às cidades da região de Americana e Campinas estão completamente enganadas. No final da tarde desta segunda-feira (26), os primeiros números de óbitos do final de semana já indicam que a doença persiste e ameaça. Só em Americana foram mais oito vítimas fatais, pessoas de 44 a 74 anos de bairros diversos, como Parque da Liberdade, Ipiranga, Jardim da Mata, Vila Gallo, Terramérica, São Domingos e São Pedro. Agora, a cidade já soma 773 mortos desde que a pandemia foi oficialmente decretada pelo Estado, em março do ano passado. O único índice que teve melhora foi de ocupação de leitos para a doença, com média de 74% com respirador e 51% sem este equipamento. Porém, no Hospital São Lucas, não existem vagas com respirador.

Em Campinas, o próprio Dário Saadi atualizou, nesta segunda-feira, dados do novo coronavirus na cidade, que teve mais 15 óbitos confirmados no final de semana. Com isso, a cidade totaliza 125.069 casos e 4.041 mortes. As vítimas são 12 homens e três mulheres, das quais 13 tinham comorbidades, enquanto duas pessoas não tinham doença preexistente. Oito eram maiores de 60 anos e sete tinham menos de 60 anos de idade. Já foram aplicadas 871.770 doses de vacina contra a Covid-19 em Campinas, sendo 638.126 de primeira dose, 211.326 de segunda dose e 22.318 de dose única.

Na cidade de Limeira, mais seis mortes foram confirmadas no final de semana, elevando para 1.087 no total, uma das piores situações na região. São 44,5 mil moradores contaminados e a ocupação de leitos era razoável nesta tarde de segunda-feira, com 51,1%, segundo informações da assessoria de imprensa.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]