HOMEM SUSPEITO DE ASSÉDIO SEXUAL É PRESO NA BASÍLICA DE SANTO ANTÔNIO

Escrito por em outubro 16, 2020

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) prendeu nesta quinta-feira (15) um homem de 32 anos suspeito de assédio sexual a garotos na Basílica Santo Antônio de Pádua, em Americana. De acordo com a Polícia Civil (PC), a investigação começou há duas semanas. O rapaz atua na Basílica como músico e ministro da eucaristia. Após o trabalho de apuração, a PC solicitou ao poder judiciário a prisão temporária. O mandado judicial foi expedido e cumprido dentro do tempo religioso por volta das 16h15 desta quinta-feira. O prazo da prisão é de 30 dias. Os policiais também estiveram na casa do rapaz no Jardim Lizandra, e foram apreendidos um celular e um computador que serão enviados à perícia. O número de vítimas e o nome do homem não foram divulgados. Após o registro da ocorrência, o suspeito foi transferido para a cadeia de Santa Bárbara D’Oeste. Imagem: Facebook

Atualização: Na noite de sexta-feira (16) o reitor da Basílica de Santo Antônio de Pádua, Valdinei Antônio da Silva, divulgou a seguinte nota: 

“Nos últimos dias, acusações ganharam evidência na televisão, internet e outros meios de comunicação, acerca de suposto membro de nossa paróquia. Viemos através desta nota, primeiramente oferecer nosso apoio e solidariedade para todos os envolvidos nesta terrível situação. Reafirmamos nosso compromisso com a verdade e os fatos apresentados estão em apuração para que as medidas necessárias sejam tomadas. Estamos à disposição para ajudar nas investigações que serão realizadas pela Polícia Civil. Por meio desse comunicado, a Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua em Americana ressalta ainda que repudia qualquer ato ou atitude que viole a dignidade dos seus integrantes. Sendo que pelos fatos noticiados e ainda sob investigações, esses mesmos teriam ocorrido na casa do “homem de 32 anos“, que foi preso nas cercanias da Basílica. Se ocorreu algum ato criminoso, o que mostrará a investigação policial, será de inteira responsabilidade do investigado, pois sendo maior ele responde por seus atos. E o mesmo nunca demonstrou por qualquer comportamento ser pessoa de má índole. Atuando aqui como voluntário, foi já afastado de suas funções de ministro extraordinário da eucaristia. “Somos uma instituição construída com muito amor e respeito, um Igreja estimada pelos americanenses, esperamos que essa situação se esclareça e que a justiça seja feita”.

 


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]