Justiça proíbe mulher de dirigir, e ela vai embora de julgamento dirigindo

Escrito por em novembro 9, 2020

A brasileira Simara Knopka, de 39 anos, vive na Inglaterra e foi proibida de dirigir pois causou um acidente de trânsito enquanto estava sob efeito de álcool.

Por conta deste delito, ela foi a julgamento,ela teria bebida vinho com amigos, momentos antes do acidente e sem carteira de motorista, a brasileira quase chegou a ir para a cadeia. O juiz, definiu na audiência, que ela não dirija por dois anos e terá que pagar multa de 600 libras (cerca de R$ 4.290). Além disso, não pode sair à noite durante quatro meses.

Mas, aí que vem a história que o “brasileiro precisa ser estudado”. Ao deixar o julgamento, Simara foi flagrada dirigindo o carro. A princípio, ela sentou no banco do passageiro, mas depois assumiu o volante sendo flagrada por um fotógrafo.

Fonte: Metropoles


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]