MORTE DE MULHER DE 64 ANOS ELEVA A 15 NÚMERO DE ÓBITOS POR COVID EM AMERICANA

Escrito por em junho 17, 2020

O Hospital Municipal Waldemar Tebaldi, de Americana, registrou mais um óbito por Covid-19, sendo o 15º de residentes na cidade. Trata-se de uma mulher de 64 anos, moradora do bairro Campo Limpo, que estava internada na unidade desde 29 de maio e já tinha resultado positivo de coronavírus do Instituto Adolfo Lutz, do dia 5 de junho. A paciente era obesa e diabética. Com 87 dias de quarentenas decretada no Estado de São Paulo, desde 22 de março, a cidade passa a ter uma média de um óbito por coronavírus a cada 5,8 dias. As outras vítimas fatais da Covid-19 de residentes em Americana foram: um homem de 64 anos, morador da Vila Redher, no dia 27 de março; um homem de 70 anos, morador do Iate Clube de Americana, no dia 4 de abril; um homem de 48 anos, morador do Jardim Ipiranga, no dia 13 de abril; um homem de 60 anos, morador do Parque da Liberdade, no dia 28 de abril; quatro idosas de 69, 71, 81 e 83 anos, nos dias 23 de maio, 1º e 4 de junho, que residiam na casa de longa permanência para idosos, localizada no bairro Santa Cruz; um profissional da saúde, de 31 anos, morador do São Jerônimo, no dia 30 de maio; uma idosa de 82 anos, moradora do Jardim da Paz, no dia 4 de junho; um idoso de 78 anos, morador do Parque Gramado, também no dia 4 de junho; um homem de 59 anos, morador do Vale das Nogueiras, no dia 10 de junho; um homem de 45 anos, morador do Jardim Girassol, no dia 7 de junho; um homem de 33 anos, do Jardim Brasil, no dia 13 de junho. Na microrregião, são 7 mortes em Nova Odessa e mais 7 em Santa Bárbara d´Oeste.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]