MULHER DE 31 ANOS DE AMERICANA TEM SUSPEITA DE DOENÇA MUITO RARA

Escrito por em setembro 22, 2021

Uma moradora de Americana, de 31 anos de idade, está internada em hospital privado da cidade com suspeita de Síndrome de Haff, popularmente chamada de “doença da urina preta”. Trata-se de doença causada por uma toxina que pode ser encontrada em determinados peixes como o tambaqui, o badejo e a arabaiana ou crustáceos (lagosta, lagostim, camarão). Quando o peixe não foi guardado e acondicionado de maneira adequada, ele cria uma toxina sem cheiro e sem sabor. O caso vem sendo acompanhado pelas autoridades de saúde do município, por ser muito raro. Esta a nota oficial divulgada pela Prefeitura: “De acordo com a Vigilância Epidemiológica, trata-se de uma mulher, 31 anos, que se encontra internada em hospital particular de Americana e apresenta quadro sugestivo de Síndrome de Haff. O caso, portanto, é considerado suspeito e está sob investigação pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica”.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]