MULHER MORRE POR COVID-19 EM AMERICANA

Escrito por em maio 23, 2020

A Vigilância Epidemiológica de Americana informou na manhã de hoje (23), o falecimento de uma mulher de 69 anos, que estava internada na UTI de um hospital particular do município, por Covid-19, às 2h25. Ela residia em uma casa de longa permanência para idosos e se tratava de câncer, além de ser hipertensa. A paciente foi internada com sintomas da doença no dia 14 de maio e teve o resultado positivo na segunda-feira (18). Outra moradora da casa de 71 anos, que está internada em hospital particular, teve resultado positivo para Covid-19. Ela é o terceiro caso confirmado entre os residentes do local, que também tem uma idosa de 83 anos, que testou positivo para Covid-19, por meio de um exame PCR de laboratório particular, feito por intermédio da família. Ela estava em isolamento domiciliar na casa, mas precisou ser internada e agora está no Hospital Municipal (HM). A casa de idosos notificou a Vigilância Epidemiológica sobre a situação, assim que teve o primeiro resultado positivo, e realizou testes rápidos de laboratório particular nos funcionários e idosos do local. Diante desta situação, a Vigilância coletou exame PCR de funcionários e idosos  que apresentaram algum tipo de sintoma, sendo quatro funcionários, que estão afastados do trabalho, e oito idosos que estão em isolamento domiciliar (na casa de idosos onde residem). São eles: dois idosos de 76 e 77 anos; e cinco idosas de 84, 81, 87, 91 e 92 anos. Uma idosa de 92 anos, que também teve exame PCR coletado, está internada em hospital particular, mas a causa não é por sintomas da doença. O local foi fiscalizado pela Vigilância Sanitária e estava cumprindo todas as recomendações de prevenção à Covid-19. Por orientação da Vigilância Epidemiológica, o grupo de idosos suspeitos que aguardam resultados dos exames PCR está separado dos assintomáticos. Todos os residentes da casa e familiares foram informados sobre as ocorrências. Desta forma, o município tem  81 casos positivos, sendo cinco óbitos, quatro internados, 11 em isolamento domiciliar e 61 curados; 32 casos suspeitos aguardam resultados de exames, sendo oito internados em hospitais, 23 em isolamento domiciliar e um que já cumpriu a quarentena (14 dias). Além disso, Americana contabiliza agora 455 casos que eram considerados suspeitos, mas já foram descartados pelo resultado de exame negativo.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]