OMAR DESISTE DE BRIGAR NA JUSTIÇA PARA SER CANDIDATO A PREFEITO EM 2020

Escrito por em junho 16, 2020

Para evitar uma verdadeira batalha jurídica sem muita garantia de vitória, o prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), anunciou que não tentará ter autorização para disputar a eleição municipal que ainda está marcada para 4 de outubro deste ano. Com seu primeiro mandato, de 9 de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2016, incompleto, por ter assumido a administração após cassação do ex-prefeito Diego De Nadai (sem partido), Omar entendia, assim como parte de seus assessores, que teria direito a ser candidato mais uma vez. Na noite desta segunda-feira (15), porém, a Executiva Municipal do MDB se reuniu e ele anunciou sua decisão, mas lamentando por existir uma série de projetos em andamento que gostaria de concluir na cidade. O segundo mandato do empresário, perto de completar 73 anos de idade, está sendo completo – começou em 1 de janeiro de 2017 e terminará em 31 de dezembro de 2020. O provável candidato a prefeito pelo partido deve ser o vereador e delegado de Polícia aposentado, Alfredo Luiz Ondas. Com a decisão de Omar Najar, abrem-se as oportunidades para vários nomes que, certamente, seriam atropelados por ele nas urnas mas que, agora, devem se motivar pela ausência do candidato que, nos dois pleitos que disputou, teve acima de 90 e 80 mil votos, respectivamente. A presença na disputa do ex-prefeito Diego De Nadai, que está inelegível há exatos 5 anos e 8 meses, também é muito duvidosa. Em 2012, ele teve também mais de 80 mil votos para o cargo de chefe do Poder Executivo. (Foto: Susy Coutinho)


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]