Soldado da PM morre após acidente no interior de SP

Escrito por em outubro 13, 2021

O soldado da Polícia Militar (PM) Bruno Fernando Tunes, de 31 anos, que estava internado no Hospital de Base de Bauru, faleceu na manhã desta terça-feira (12). Ele é o segundo policial que teve a morte confirmada após o capotamento de uma viatura. Um terceiro PM segue internado em estado grave. O acidente aconteceu no último sábado (9), na Rodovia Marechal Rondon, em Avaí. Tunes pertencia ao 12º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) de Araçatuba. O soldado também trabalhou na 2ª Companhia (Cia) do 19º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), em Santa Bárbara d’Oeste. Além dele, o 2º sargento André Luís Ciolin, de 41, também do Baep, faleceu no local do acidente. O terceiro militar é o cabo Guilherme Yoshio Obana Belizário, de 34 anos, da PM de Andradina, que continua internado em estado grave no Hospital de Base de Bauru. Segundo a PM, os três policiais seguiam para Araçatuba ao voltar de um curso em São Paulo quando a viatura capotou.

Órgãos

A família do soldado Tunes autorizou a doação de órgãos. O corpo será sepultado às 17h desta quarta-feira (13) no cemitério da Saudade, em Birigui. A PM divulgou a seguinte nota:

“É com extremo pesar que a Polícia Militar informa o falecimento do Soldado PM Bruno Fernando Tunes, pertencente ao efetivo do 12º BAEP, com sede em Araçatuba/SP. O Policial Militar estava retornando da capital no último sábado (09), e próximo à cidade de Avaí, houve um capotamento da viatura sendo socorrido, permanecendo sob cuidados médicos. Infelizmente teve a morte encefálica decretada no dia de ontem por volta das 18h30min e hoje (12), às 06h30min entrou em óbito.
Uma Instituição quase bicentenária tem sua história construída pelo trabalho e empenho de muitos, que dia a dia se entregam a fazer o que amam e a defender o que acreditam, sem esmorecer frente às dificuldades. Certamente, o SOLDADO PM BRUNO FERNANDO TUNES é parte dessa história! Somos gratos por todo legado deixado.
Nesse momento de dor, unimos nossos sentimentos aos da família e elevamos nossos pensamentos em Deus, rogando-lhe que, por meio de seu grande amor, possa consolar os corações e curar as feridas dessa separação”.

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]