SP PODE ADOTAR MEDIDAS MAIS RESTRITIVAS NA QUARENTENA

Escrito por em novembro 16, 2020

O governo de São Paulo admitiu hoje (16) que ocorre um aumento nas internações por Covid-19 no estado. Na última semana epidemiológica, que vai do dia 8 ao dia 14 de novembro, as internações de casos suspeitos e confirmados cresceram 18% em relação à semana anterior: a média diária das novas internações subiu de 859 para 1.009. O total de casos novos por semana, que estava em queda, ficou estável no estado de SP em relação à semana anterior. O Plano São Paulo, que regulamenta os estágios da quarentena nas diversas regiões do estado, estabelecendo medidas mais duras ou leves de acordo com os indicadores de saúde de cada local, não será atualizado nesta semana. Segundo o governo, a mudança não será feita por conta da falha nos dados do Ministério da Saúde que impactou os dados de mortes por Covid-19 em São Paulo na última semana. Segundo o secretário de saúde estadual, Jean Gorinchteyn, se os indicadores de saúde continuarem a crescer, medidas mais restritivas na quarentena poderão ser adotadas. Já o governador João Doria (PSDB), afirma que a reclassificação da quarentena foi adiada por “cautela”. A nova atualização deve acontecer no próximo dia 30.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]