VEREADOR PEDE COMISSÃO DE INQUÉRITO SOBRE OS MÉDICOS DE AMERICANA

Escrito por em agosto 5, 2021

O vereador Gualter Amado (foto), de Americana, avisou ontem que vai passar em todos os gabinetes da Câmara Municipal, a partir de hoje, para recolher assinaturas de seus colegas para formação de uma Comissão Especial de Inquérito. Ele quer aprofundar, com este mecanismo legislativo, as investigações sobre médicos da rede pública de saúde em relação ao cumprimento de carga horária, salários, horas extras e demais ações que envolvem a categoria na cidade. Desde que denunciou um médico que ia até uma Unidade Básica de Saúde, “batia” o ponto antes das 7 horas e seguia para um hospital particular da cidade para trabalhar, o vereador Gualter Amado deu sequência à ação. “Não parei desde então, fiz inclusive alguns requerimentos. Mas seria muito importante a formação de uma CEI para aprofundamento, depoimentos e levantamento mais rápido de documentos de controle”, frisou. “Por isso, a partir desta sexta-feira, foi de gabinete em gabinete pegar assinatura dos vereadores”. A desconfiança de alguns vereadores sobre os médicos da rede pública de Americana aumentou, nesta semana, com as faltas verificadas destes profissionais no Pronto Socorro do Hospital Municipal Waldemar Tebaldi, sem substituição, e sem explicação até ontem por parte da Secretaria Municipal de Saúde. Criticaram duramente o governo Chico Sardelli-Odir Demarchi os vereadores Marcos Caetano (PL), Vagner Malheiros (PSDB) e Gualter Amado (Republicanos). Eles falaram em “politicagem no hospital”, “conluio” e “vergonha para a cidade”. O líder do prefeito na Câmara, vereador Thiago Brochi (PSDB), disse que Sardelli está há apenas sete meses no cargo e criar uma CEI agora é um erro, pois, segundo ele, existe transparência e boa vontade do prefeito em informar o que for preciso.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]