VIGILÂNCIA INTERDITA BOATE E ACABA COM FESTA EM AMERICANA

Escrito por em dezembro 27, 2020

A Vigilância Sanitária de Americana realizou na madrugada deste domingo (27) uma fiscalização conjunta com o Grupo de Vigilância Sanitária de Campinas, a Vigilância Sanitária Estadual, com apoio do Batalhão de Choque. Durante a operação, foi interditada uma boate na entrada do bairro Praia Azul. Depois desta ação, com apoio da Gama (Guarda Municipal de Americana), a fiscalização da Vigilância encerrou um evento clandestino, que estava sendo realizado em uma chácara, próxima à Praia dos Namorados.
Segundo o diretor da Vigilância Sanitária de Americana, Antonio Donizeti Borges, as fiscalizações estão sendo realizadas em todo o município. “Estamos fazendo as fiscalizações em todos os estabelecimentos, para cumprimento ao decreto estadual. Verificamos que a taxa de ocupação dos hospitais em nosso município, tanto na rede privada quanto municipal, está subindo, portanto, devemos respeitar os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde”, ressaltou. “Continuaremos com as fiscalizações para cumprimento do decreto e todas as medidas cabíveis serão tomadas”, completou.
BOATE
De acordo com a Vigilância Sanitária de Americana, a denúncia partiu do Centro de Vigilância Sanitária Estadual. No local estavam cerca de 250 pessoas, incluindo funcionários da casa, sendo que a grande maioria não estava utilizando máscaras de proteção individual.
Por volta da meia-noite, as equipes de fiscalização chegaram ao local e flagraram o evento sendo realizado. O responsável foi conduzido à delegacia para registro de ocorrência por infringir determinação do Poder Público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.
O fiscal sanitário da Vigilância, Flávio Gomes, explicou que o estabelecimento ainda foi autuado por descumprimento às medidas de prevenção à Covid-19 determinadas pelo Plano São Paulo, como falta de uso de máscaras, e recebeu termo de interdição por não possuir alvará regular e por risco à saúde pública.
CHÁCARA
Após a primeira fiscalização, a equipe de Vigilância Sanitária de Americana recebeu denúncia de um outro evento clandestino que estaria sendo realizado. Com apoio das equipes da Gama, os fiscais chegaram ao local e flagraram uma balada em andamento numa chácara de eventos, por volta das 3 horas.
O responsável pelo evento foi acionado, sendo determinado o encerramento imediato da festa, que contava com a presença de aproximadamente 500 pessoas. Segundo o fiscal Flávio Gomes, na sequência, o organizador do evento foi conduzido à delegacia para elaboração de Boletim de Ocorrência e o estabelecimento foi autuado por descumprimento às medidas de prevenção à Covid-19, realização de balada com aglomeração e falta de uso de máscaras. O estabelecimento já havia sido interditado e autuado anteriormente, portanto, não deveria estar utilizando o local, pois não possui licença sanitária nem AVCB.

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]